quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ameaçou usar armas nucleares contra os militantes do Estado Islâmico, mesmo depois de novo ataque russo contra o Estado Islâmico.

Embora ele acreditando não ser necessário o uso das armas nucleares, o jornal "Russia Today", publicou a declaração do presidente em tom de ameaça. "Naturalmente, isto não é necessário para lutar contra terroristas e eu espero que nunca sejam necessárias", respondeu o presidente russo.

O ministro da Defesa da Rússia informou para o presidente que um submarino no mar mediterrâneo havia lançado mísseis contra o grupo militante sírio.

Porém o ministro das Relações Exteriores da Rússia tentando amenizar a sugestão sobre o uso de armas nucleares contra o Estado Islâmico em entrevista disse o seguinte: "O presidente disse que não é necessário usar armas nucleares contra terroristas, já que eles podem ser combatidos por meios convencionais. Isso está totalmente alinhado com a nossa doutrina militar", declarou o ministro. Informações e fonte "O Globo".

0 comentários:

Postar um comentário