segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

O famoso e popular Papa Francisco de 79 anos de idade, em seu novo livro, que se chama "O Nome de Deus é Misericórdia", escreveu que poderia estar preso se não tivesse a sua posição atual de Papa.

Para o Papa se não fosse a sua posição de Sumo Pontífice, ele poderia estar preso, e descreveu como isso poderia acontecer de estar na prisão.

"Cada vez que cruzo a porta de um presídio, sempre me pergunto 'Porque eles estão aqui e eu não?', eu deveria estar aqui, mereço estar aqui. Sua queda poderia ser a minha. Não me sinto superior aos que estão diante de mim", relatou o Papa em seu livro.

Segundo a Daily Mail, o Papa conta no livro sobre a sua relação "especial" com os condenados pelos homens, e diz: "Sempre fui muito unido a eles(os presos), precisamente pela consciência de que sou um pecador".

Em um trecho do capítulo IV do seu livro que será lançado na próxima terça-feira(19) em 86 países, ele deixa claro que precisa da misericórdia de Deus, e contou uma experiência vivida perante os prisioneiros de Palmasola, na Bolívia. Veja o trecho:
"O Papa é um homem que precisa da misericórdia de Deus. Disse-o sinceramente, inclusive perante os prisioneiros de Palmasola, na Bolívia, perante aqueles homens e aquelas mulheres que me receberam com tanto afecto. Relembrei-os de que também São Pedro e São Paulo estiveram presos. Tenho um especial carinho pelos que vivem na prisão, privados da liberdade. Fiquei muito ligado a eles, por esta consciência do meu ser pecador. De cada vez que entro numa prisão para celebrar uma missa ou para uma visita, tenho sempre este pensamento: porquê eles e não eu? Devia estar aqui, merecia estar aqui. A sua queda poderia ser a minha, não me sinto melhor do que os que tenho perante mim. Por isso repito e rezo: porquê ele e não eu? Poderá impressionar, mas consolo-me com Pedro: renegara Jesus e apesar disso foi escolhido." 
Informações e fonte Daily Mail.

0 comentários:

Postar um comentário