quarta-feira, 16 de março de 2016

Em visita ao Líbano, a atriz e diretora americana, Angelina Jolie, fez um pedido para os líderes mundiais. O seu pedido foi em tom emocionado, e foi para que os líderes mundiais não se esqueçam dos refugiados sírios.

A atriz que é embaixadora da agência da ONU para refugiados (Acnur), visitou o local onde a 5 anos atrás se deu início a uma guerra civil no país.

Angelina visitou os campos de refugiados, que fica no Vale da Bekaa, no leste do Líbano, onde conheceu uma mulher de 38 anos, que está paralisada há três anos, por ter sido atingida por um franco-atirador. A estrela de Hollywood contou que ao conversar com a mulher, ela não pediu nada e nem parou de sorrir, somente falou sobre o desejo de ver seus filhos tendo oportunidade de ir à escola e ter uma vida melhor.

A atriz Hollywoodiana criticou como os sobreviventes são tratados, que segundo a atriz, são tratados como mendigos. "Para mim, eles são heróis e me pergunto o que tem que acontecer para que nos encontremos numa situação em que os sobreviventes são tratados como mendigos", disse Angelina em tom de crítica.

Angeline Jolie pediu intensidade dos governos em seus esforços para ajudar os refugiados, pois já existe uma estimativa de 5 milhões de sírios que tiveram de deixar o país afim de fugir do conflito. Em 2015, 1 milhão de refugiados foram para a Europa. Informações e fonte "G1".

0 comentários:

Postar um comentário