quinta-feira, 14 de abril de 2016

No dia 25 de novembro, em um perfil no Twitter, que tem como dono Maxime Hauchard, de 22 anos, foi postada a seguinte frase: "Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de M***".

A ABIN (Agência Brasileira de Inteligência), concluiu nessa quarta-feira (13), que o perfil pertence realmente ao terrorista francês do EL (Estado Islâmico), que já foi visto em vídeos decapitando sírios.

Segundo a ABIN, a mensagem foi postada uma semana após os atentados coordenados na França, que deixaram 129 pessoas mortas, e dezenas de feridos.

A conta no Twitter do francês Maxime Hauchard, foi suspensa, e o diretor de Contraterrorismo da agência, Luiz Alberto Sallaberry, confirmou que a conta no Twitter era realmente de Maxime, um dos líderes do Estado Islâmico.

"A partir do momento da postagem houve uma maior intensidade nos discursos de agressividade dos autoproclamados seguidores do grupo terrorista no Brasil", confirmou o diretor de Contraterrorismo da ABIN.

Segundo o diretor da ABIN, Luiz Alberto Sallaberry, o terrorista Maxime Hauchard, é uma espécie de garoto-propaganda do Estado Islâmico, e é o segundo na linha de comando de decapitadores. Maxime gosta de dizer que estar no grupo "Estado Islâmico", é como estar no Éden (em referência ao Paraíso).

Luiz Alberto Sallaberry afirmou que no Brasil há uma crescente de pessoas que dizem ter feito o juramento ao califado do Estado Islâmico, que significa dizer que concordam com um grupo que deturpou os princípios da religião islâmica, e utiliza a violência para expandir seu domínio territorial. Informações e fonte "Último Segundo".

1 comentários:

  1. Senhor deus e pai em nome do teu filho senhor jesus amara esse diabo q se apossou do corpo desse homem e frusta os planos dele contra nosso pais amem!desde ja eu te agradeço por ter me ouvido louvado seja teu nome amem

    ResponderExcluir