segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Após ser desclassificada dos jogos olímpicos de 2012 em Londres, por conta de um golpe irregular, Rafaela Silva voltou a chorar, mas dessa vez de alegria. Rafaela Silva conquistou nessa segunda-feira (8), a primeira medalha de ouro do Brasil nessa olimpíada do Rio de Janeiro, e não escondeu a sua felicidade de enfim conseguir dar a volta por cima.

Superando críticas, preconceitos, ofensas e até mesmo racismos, onde chegou a ser chamada de "vergonha da família" por internautas, hoje Rafaela será exemplo para várias famílias. 

Rafaela que nasceu na comunidade da Cidade de Deus, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, já vinha dando a volta por cima nas críticas, conquistando o título mundial de judô em 2013.

"Eu treinei muito, não queria mais aquele sofrimento de Londres. Depois da minha derrota, muita gente me criticou, disse que judô não era para mim e que eu era uma vergonha para a minha família. Agora eu sou campeã olímpica dentro da minha casa (...). Eu treinei muito para estar aqui, muito para buscar a minha medalha. E o resultado, graças a Deus, veio", contou Rafaela em entrevista.

Rafaela declarou amor ao judô, assumindo não saber o que seria da sua vida hoje se não fosse o judô, agradecendo a Deus a oportunidade em conhecer esse esporte que à transformou em campeã.

"Acho que a minha vida é o judô. Se não fosse o judô, eu não sei onde estaria agora. Poderia estar ainda brincando dentro da Cidade de Deus, mas graças a Deus eu conheci o esporte e estou aqui como campeã mundial e campeã olímpica", finalizou Rafaela Silva muito emocionada pela conquista. Informações e fonte "SporTv".

1 comentários: