quinta-feira, 10 de novembro de 2016

A história abaixo é triste demais, aconteceu com uma criança de apenas 10 anos de idade, que foi raptada durante um culto evangélico e seu corpo somente foi encontrado dias depois em um poço.

Com grande repercussão nos Estados Unidos, o caso intitulado pela imprensa norte-americana de Kayla Gomez (o nome da menina), aconteceu durante um culto de oração na Assembléia de Deus, e antecedeu a eleição presidencial.
O desaparecimento aconteceu no dia 1 de novembro, enquanto seus pais participavam de um culto na Primeira Assembléia de Deus em Bullard, Texas (EUA). O trabalho de buscas levou dias, envolvendo até cães farejadores, mas para a surpresa de muitos, a menina foi encontrada morta dentro de um poço em uma propriedade a poucos quilômetros da igreja onde ela estava quando desapareceu.

A igreja se reuniu em oração para oferecer apoio à família e orar para que Deus os conforte. O pastor, Scott Brown, em entrevista contou que seus corações estão pesados. "Nossos corações estão pesados como pastores e como pais", declarou o pastor.

O marido da prima de Kayla, reside na propriedade onde o corpo foi encontrado, e ele está sendo o principal suspeito. O homem suspeito é Gustavo Zavala-Garcia, um cidadão mexicano que vive ilegalmente nos Estados Unidos.

Segundo o relatório de prisão de Gustavo, existe a informação de que um membro da igreja viu ele saindo com a menina do templo durante o culto, no exato dia que ela desapareceu. O homem se encontra preso, mas não pela relação com o crime, mas por estar vivendo ilegalmente nos Estados Unidos, e por isso o Departamento de Imigração e Alfândega pediu sua prisão.



As autoridades americanas aguardam o resultado da autópsia, para dar sequência ao caso e saber se a menina foi assassinada ou se morreu em decorrência de um acidente.

0 comentários:

Postar um comentário