segunda-feira, 3 de abril de 2017


"Desigrejados"? Será possível uma pessoa largar a igreja e buscar a Deus dentro de casa sem o auxílio do templo? Segundo uma pesquisa realizada em novembro do ano passado, é isso o que está acontecendo de forma crescente.

O fato está sendo apontado como um fenômeno por pesquisadores americanos, onde segundo um estudo realizado pelo instituto Barna Group, que se dedica a pesquisas sobre a presença cristã na sociedade, mostrando que as pessoas continuam fiéis as Escrituras e seguindo Jesus, mas deixando de lado o hábito de frequentar as igrejas.


A pesquisa se limitou aos Estados Unidos, que chegou a conclusão de que 10% dos americanos se autointitulam "desigrejados", se considerando cristãos que concordam fortemente que sua fé religiosa é muito importante em sua vida.

Desde de 2004 o número de cristãos que foram membros ativos de uma igreja e hoje não são mais vem crescendo, onde em 2004 eram aproximadamente 7% na sociedade americana, mas hoje são 10%.

Esses cristãos "insatisfeitos" que se tornaram desigrejados, mostrou possuir os seguintes perfis: mais de 60% desses cristãos são mulheres, e 80% são adultos com idades 33 e 70 anos. “Este grupo também parece ser predominantemente branco (63%) e concentrado nas regiões Sul (33%), Centro-Oeste (30%) e Oeste (25%) dos EUA, sendo muito poucos provenientes do Nordeste (13%)”, disse a pesquisa.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 15 de novembro do ano passado, onde 1.281 adultos de todas as regiões dos Estados Unidos, em seus 50 estados, participaram via web, tendo uma margem de erro de 2,9 pontos percentuais, apresentando um nível de confiança de 95%.

O fato que mais chamou a atenção na pesquisa, é que a ampla maioria dos "desigrejados" mantém uma visão positiva sobre a religião, garantindo ter uma vida espiritual, mas não religiosa. Informações e fonte "The Christian Post".



0 comentários:

Postar um comentário