sexta-feira, 30 de junho de 2017


Você lembra da cantora Perlla, que fez muito sucesso com hits de funk, como "Tremendo Vacilão" e "Eu Vou Dançar" na década passada? Perlla se converteu ao evangelho, largou sua carreira de cantora de funk para se tornar cantora gospel, afirmando que "jamais voltaria ao funk". Mas como o mundo da voltas, e segundo a própria afirma, a saudade ficou e Perlla não cantará mais canções gospel.

Perlla como cantora gospel, lançou dois sucessos nos últimos cinco anos, sucessos que foram voltados restritamente para o público gospel. Segundo a cantora, ela não acreditava que daria para conciliar sua religião com sua carreira antiga, mas recentemente ela descobriu que pode ser a Perlla que sempre foi.


"Quero voltar a levar minha alegria para as pessoas. Antes, eu estava em outra vibe, com outros pensamentos, imaginava que não dava para conciliar a minha religião com essa carreira artística, mas descobri que posso continuar sendo a Perlla que eu sempre fui porque a saudade ficou", contou Perlla para o portal "Extra".

Perlla atualmente é casada, mãe de duas meninas, Pérola, de 5 anos, e Pietra, de 4, e segundo ela, um dos motivos para seu afastamento era sua família, mas como as filhas estão um pouco maiores, ela decidiu que agora é a hora de voltar.

"Recentemente, fiz um show para uma rádio e as pessoas pediram minha volta com muito carinho. Muita gente sempre me cobrou esse retorno, falava das turnês maravilhosas que eu fazia... Fiquei um tempo dedicada a minha família, mas decidi que agora, com minhas filhas maiores, é o momento de voltar", revelou a cantora.

A cantora afirmou que manterá sua fé, mas com a descoberta de que dá para conciliar a religião com a carreira artística, ela já fez projeções. Não será mais chamada de MC, como era característico no passado, sendo somente Perlla, assim como as cantoras Ludmilla e Anitta abandonaram a alcunha de MC.

A cantora afirmou que continuará cantando informalmente na igreja que frequenta, a Igreja Batista Lagoinha, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, contando também que teve apoio dos seus pastores para tomar a decisão de retornar ao meio não-religioso, afirmando que os pastores pediram para ela levar alegria para as pessoas. Informações e fontes "Extra".



0 comentários:

Postar um comentário